BILINGUISMO NA ESCOLA

A IMPORTÂNCIA DO INGLÊS PARA A FORMAÇÃO DO ALUNO

Graças às mudanças ocasionadas pela globalização e à velocidade crescente das informações, a aquisição do segundo idioma se tornou imprescindível. O domínio de outra língua deixou de ser um diferencial, para se tornar um fator importante e necessário para a conquista de espaço no mercado de trabalho.

O Inglês, apesar de não ser o idioma mais falado no mundo, é a língua mais influente, seja em conteúdos na internet, na comunicação em geral ou no mundo dos negócios. Por esse motivo, o Colégio Miranda implantou a Educação Bilíngue, desde a educação infantil, até o Ensino Fundamental II.




ENSINO BILÍNGUE NA EDUCAÇÃO INFANTIL?

Sim, quanto mais cedo melhor!

Estudos neurocientíficos mostram que a quantidade de sinapses (comunicação entre os neurônios) atinge picos em fases de desenvolvimento específicas. Nesses picos, o cérebro elimina algumas ligações e mantém apenas as que são mais importantes para nós.


A criança, pela sua quantidade sináptica e por não possuir barreiras socioemocionais como os adultos que necessitam de aceitação e temem serem julgados, consegue aprender uma segunda língua com certa facilidade, permitindo-se brincar com a linguagem sem medo de errar.


DOIS IDIOMAS AO MESMO TEMPO NÃO CONFUNDE A CRIANÇA?

Por muito tempo, acreditou-se que aprender outro idioma enquanto a criança está desenvolvendo a fala, ou está em fase de alfabetização, não seria produtivo ou eficaz, e acabaria confundindo a criança, mas, hoje, a neurociência nos mostra como aprender dois idiomas ao mesmo tempo é uma experiência cognitiva muito rica. De acordo com a Dra. Naja Ferjan Ramirez: “Se dermos crédito às crianças bilíngues por cada palavra que elas sabem nas suas duas línguas, seu vocabulário é igual ou maior que o das crianças monolíngues”.


Ferjan ainda reforça:


“A questão é essa: mistura de códigos não é fácil. Requer muito conhecimento linguístico em ambas as línguas, assim como, ser capaz de entender como combinar esse conhecimento de forma significativa. Então, em vez de indicar confusão, a mistura de códigos é um sinal de sofisticação linguística. Também é um comportamento perfeitamente normal e esperado em crianças bilíngues e também em adultos bilíngues plenamente fluentes nas duas línguas.”

Dra. Naja Ferjan Ramirez


Portanto, apostar na Educação Bilíngue, principalmente desde os primeiros anos de vida, faz com que o desenvolvimento cognitivo da criança se desenvolva de forma diferenciada e positiva.



16 visualizações0 comentário